A China tomará medidas contra os caminhões a diesel altamente poluentes, impondo padrões mais rígidos de combustível e motores, elevando os volumes de carga ferroviária e fortalecendo suas capacidades de monitoramento, disseram novas diretrizes publicadas pelo Ministério do Meio Ambiente.

O Ministério da Ecologia e Meio Ambiente disse em um documento de política na sexta-feira que pretende “aumentar significativamente” o número de caminhões a diesel capazes de atender aos padrões de emissões até 2020, visando uma taxa de cumprimento de pelo menos 90% até o próximo ano.

Também prometeu melhorar a qualidade do diesel, reprimir o combustível de baixa qualidade e reduzir as emissões totais de óxido de nitrogênio e material particulado da combustão de combustível. Novos caminhões que não cumprirem as exigências do estado não serão autorizados a entrar no mercado, e as principais regiões também serão obrigadas a implementar os padrões avançados de combustível “China VI” a partir de julho deste ano, segundo o documento.

A China está no quinto ano de uma “guerra à poluição”, mas os níveis médios de emissão em muitas cidades do norte, propensas a poluição, continuam muito mais altas do que os níveis recomendados pelo governo.

Fonte: The Japan News

In this article

Join the Conversation

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.