Japão começará a coletar imposto de embarque de ¥ 1.000 na próxima segunda-feira

O Japão começará a coletar na próxima segunda-feira uma taxa de embarque de ¥ 1.000 para cada pessoa que deixar o país por aeronave ou navio, independentemente da nacionalidade.

De acordo com a lei relevante promulgada em abril passado, a taxa será cobrada toda vez que um indivíduo deixar o país, além de pagar a passagem aérea, a tarifa do navio e as taxas de viagem.

O governo planeja utilizar a receita do imposto para medidas para acomodar mais visitantes estrangeiros ao país, desenvolver bases turísticas e melhorar os procedimentos de imigração, disseram autoridades.

As pessoas que saem do Japão dentro de 24 horas após o trânsito e crianças menores de 2 anos serão isentas do imposto de embarque.

Aqueles com bilhetes comprados e emitidos antes de segunda-feira serão basicamente isentos do imposto.

A receita do imposto é estimada em ¥ 6 bilhões no ano fiscal de 2018 até março de 2019 e ¥ 50 bilhões no ano fiscal de 2019.

Especificamente, a receita será usada para configurar portais de reconhecimento facial nos aeroportos para procedimentos de imigração mais rápidos, além de promover o uso de painéis informativos multilíngües e ajudar a introduzir mais terminais de pagamento sem dinheiro para transporte público.

O número de visitantes ao Japão aumentou nos últimos anos, chegando a 30 milhões pela primeira vez em 2018.

O governo estabeleceu uma meta de aumentar o número anual de visitantes estrangeiros para 40 milhões até 2020, quando as Olimpíadas e Paralimpíadas de Tóquio ocorrerão.

Com o imposto de embarque, o governo espera garantir recursos financeiros estáveis ​​para medidas de promoção do turismo, disseram as autoridades.

Fonte: Japan Times

Anúncios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *