Uma nova lei que exige a remoção das criticas ao comunismo entrou em vigor nesta terça feira no Vietnã, em um movimento que os críticos chamam de “um modelo totalitário de controle de informações”.

A nova lei de segurança cibernética recebeu fortes críticas dos EUA, da UE e dos defensores da liberdade na internet, que dizem imitar a censura repressiva da China à Internet.

Ela exige que as empresas de internet removam o conteúdo que o governo considera “tóxico” e as obriga a entregar os dados de uso, caso sejam solicitados.

O presidente chinês, Xi Jinping (Esquerda) e secretário-geral do Partido Comunista do Vietnã, Nguyen Phu Trong (Direita). Foto: AFP

Gigantes da tecnologia como Facebook e Google também terão que abrir escritórios de representação no Vietnã se quiserem continuar operando no país.

O Ministério da Segurança Pública publicou um projeto de decreto sobre como a lei pode ser implementada em novembro, dando às empresas que oferecem serviços de internet no Vietnã até 12 meses para cumprir.

Fonte: South China Morning Post

In this article

Join the Conversation

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.