Professor canadense detido pela China é solto

Um professor canadense preso na China por razões administrativas – um caso oficialmente não relacionado à disputa diplomática entre Pequim e Ottawa – foi libertado, disseram autoridades na sexta-feira.

A Global Affairs Canada “confirma que um cidadão canadense, que foi detido na China em dezembro, foi libertado e agora retornou ao Canadá”, disse o porta-voz Richard Walker, sem fornecer mais detalhes.

A prisão de Sarah McIver, uma professora acusada de trabalhar ilegalmente na China, foi anunciada logo após a de outros dois cidadãos canadenses: o ex-diplomata Michael Kovrig, contratado pelo think tank International Crisis Group, e Michael Spavor, consultor da Coréia do Norte.

Os dois homens, que a China prendeu em 10 de dezembro, foram detidos sob suspeita de “danos à segurança nacional” – uma frase frequentemente usada por Pequim quando alegava espionagem.

Mas muitos observadores acreditam que foi uma retaliação após a prisão, em dezembro, em Vancouver, do diretor financeiro da gigante chinesa de telecomunicações Huawei, Meng Wanzhou.

Fonte: The Japan News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.