Espião norte-coreano encaminhado para promotoria por fraude

Espião norte-coreano encaminhado para promotoria por fraude
Rate this post

Kenji Fujimoto, ex-cozinheiro oficial do top norte-coreano, foi o que transmitiu a mensagem do espião (JNN)

Suspeito de fraude, um homem-chave da espionagem da Coreia do Norte, de 65 anos, com residência em Saitama, foi encaminhado para a promotoria em junho deste ano.

O motivo foi uma grande compra realizada em uma loja duty-free no Aeroporto Internacional de Narita, usando cartão de crédito alheio. Nessa ocasião, há 2 anos, teria adquirido produtos cosméticos para levar para o seu país, via Pequim, como exportação ilegal.

Ele estava sendo marcado pelos policiais porque em 2012 teria mandado uma mensagem através de Kenji Fujimoto (codinome), cozinheiro oficial do então chefe de Estado Kim Jong-il, para Kim Jong-un.

Em relação a esse homem, Fujimoto escreveu em seu livro que a mensagem transmitida foi “que tal cumprirmos a promessa”. O cozinheiro reside atualmente em Pyongyang, onde tem um restaurante de comida japonesa, há 1 ano.

Fontes: JNN e Chunichi

Leandro | レアンドロ・フェレイラ

Webmaster, analista, desenvolvedor e editor de artigos.

Leandro | レアンドロ・フェレイラ has 3103 posts and counting. See all posts by Leandro | レアンドロ・フェレイラ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *