O chinês seguirá com a sua carreira no Kickboxing para tentar reerguer o “Shaolin First” ( Cortesia : MAS Fight media ).

“Monge shaolin” vai encarar gigante sul coreano em Macau

O chinês seguirá com a sua carreira no Kickboxing para tentar reerguer o “Shaolin First” ( Cortesia : MAS Fight media ).

Yi Long é um lutador de Kung Fu que obteve destaque em várias competições de Kickboxing. O chinês afirmava ser um ‘monge shaolin’, mas um comunicado oficial do templo informou que Yi Long nunca foi um monge. Nessa época havia surgindo uma “teoria da conspiração” dando conta que o lutador teria recebido o apoio do governo chinês, que faria o ‘marketing’ da marca “Shaolin”, já que isso seria economicamente benéfico para o país, e os jovens da China voltariam à ter um herói nacional.
“Monge shaolin” ou não, Yi Long tornou-se um “viral na internet”, graças aos vídeos de suas lutas postados no site de compartilhamentos ‘YouTube’, onde se apresenta usando uma calça parecida com aquela usada pelos sacerdotes desse lendário mosteiro budista da China.
O chinês afirma ainda ser especialista em ‘Qigong’ além de dominar a técnica da “Camisa de Ferro”.

Ao longo de sua carreira como “kickboxer” Yi Long lutou em organizações tais como a WFL, tendo se apresentado em lutas de ringue tanto em Foshan, na China, como em Las Vegas , nos EUA.
No site da WLF, organização de que ele era campeão mundial em 2014, seu cartel constava de 25 lutas, com 21 vitórias ( 16 por nocaute ).
Atualmente, porém, seu currículo é bem mais extenso : 49-6-1.

Tornou-se mundialmente famoso em 2015 após a luta com Buakaw Banchamek, uma verdadeira lenda viva do Kickboxing e do Muay Thai ( campeão do K-1 World MAX, Kunlun Fight, WMTC, etc … ) em todo o mundo, a qual acabou perdendo.
No ano seguinte, a revanche foi realizada em Zhengzhou, Henan, China, no evento batizado de Wu Lin Feng: A luta do século 2, e desta feita, Yi Long acabou vencendo na decisão dos juízes.
No entanto, depois de mais duas derrotas consecutivas diante de lutadores da Tailândia – Sitthichai ( 4/11/2017 ) e Saiyok ( 2/6/2018 ), o nome de Yi Long parecia destinado ao esquecimento.
Muitos pressupostos foram apresentados para sugerir que Yi Long iria se aposentar, se casar ou trabalhar como ator de cinema.

Contudo, de acordo com as últimas informações da mídia chinesa, o “kickboxer” de 31 anos irá mesmo voltar às competições.
O próximo adversário de Yi Long será Hong Man Choi, um artista marcial misto sul coreano com uma altura de 2,18 m e pesando 150 kg ( Wiki ), que já lutou tanto no Kickboxing quanto no MMA. O lutador apelidado de “Techno Golith” é conhecido ainda como o “Monstro” ou o “Gigante”.
O cartel de Hong Man Choi é composto por 19 lutas de Kickboxing ( 17 vitórias, 7 derrotas ) e 9 de MMA ( 4 vitórias, 5 derrotas ).
Todos achavam que Choi Hong-Man também havia se aposentado e agora o anúncio do seu retorno surpreendeu a todos.

É de se esperar que Yi Long queira criar algo especial a fim de recuperar a honra das artes marciais chinesas tradicionais que andam ‘adormecidas’ nos últimos anos.
Ainda de acordo com a imprensa chinesa, a luta entre Yi Long e Hong Man Choi acontecerá em Macau, no território Chinês, no dia 10 de novembro, onde eles competirão sob o regulamento do Kickboxing, embora um pouco diferente do tradicional, pois as quedas estão liberadas.

Outras particularidades sobre esse confronto :
Serão 9 minutos direto de luta.
Não terá juiz lateral, apenas um árbitro central.
A luta só terminará por KO ( nocaute ).
Se em 9 minutos não houver um KO será considerado empate.
3 knockdowns será igual a um KO.
Nenhum sistema de pontuação.
Sem luta no chão, obviamente.

A luta, que será realizada no evento Martialism square – MAS ou simplesmente MAS Fight, vem sendo alardeada como ‘freakshow’, mas é bom lembrar que um ‘freakshow’ é diferente de uma luta “fake”.

O MAS Fight é uma nova promoção de lutas aparentemente generosa com os lutadores. Nessa edição de estreia eles terão competidores do MMA, Muay Thai, kickboxing e powerlifting em busca de uma parte do grupo de bônus de HKD $ 3 milhões ( USD $ 380 ). Se uma luta for declarada empate, não há bônus de vitória e o dinheiro é acumulado na próxima luta. Os lutadores serão distribuídos em três categorias de peso distintas: peso leve ( 70 kg ou menos ), peso médio ( 70 kg-85 kg ) e peso pesado ( 85 kg e acima ).

-“Queremos desenvolver o MAS como uma marca com seu DNA em Macau”. Houve um pouco de calmaria depois do UFC, que não foi bem sucedido aqui e eles perderam muito dinheiro. Desta vez, queremos fazer algo novo.”-disse o promotor Tony Chen.

Após o show de 10 de novembro, o MAS vai pegar a estrada.
Há dois eventos planejados para o início de 2019 e Chen diz que as conversas estão acontecendo com as “grandes estrelas” do mundo dos esportes de combate.
-“Estamos visando um show em Hong Kong em abril próximo e um show em julho em Bangkok”.-acrescentou Chen.
Bangkok, em particular, destaca-se, com o local em potencial para um terceiro confronto entre Yi Long e Buakaw.

O MAS Fight fará sua edição de estreia no The Venetian Macao 澳門威尼斯人, um cassino do grupo Sands China que está apoiando o MAS e suas ambições de levar entretenimento de classe mundial ao enclave do jogo.

Ainda sobre o show do MAS Fight World Grand Prix de 10 de Novembro, este será transmitido ‘ao vivo’ pela Fox Sports Asia, além de todo o mundo no aplicativo 8 Count TV e na Chongqing TV na China.

O ‘card’ inaugural do MAS Fight incluirá :

Hong Man Choi vs Yi Long
Ismael Lazaar vs Stavros Grigorakakis
Iraj Azizpour vs Wojciech Bulinski
Steve Bank vs Freyded Rankyn
Haime Morais vs Aliaksei Zudzin
Akbar Karimi vs Ashati
Denis Puric vs Byatka

P.S.: Para maiores informações sobre o MAS Fight, favor entrar em contato com o “matchmaker” do evento Sasan Ghosairi – através do e-mail : [email protected]

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 6/11/2018

O ‘flyer’ de divulgação do MAS Fight que será realizado no dia 10 de novembro, em Macau, na China ( Cortesia : Divulgação ).

Oriosvaldo Costa | オリオスバルドコスタ

Oriosvaldo Costa “Mr. Kung Fu”. O primeiro muçulmano lutador de MMA do Brasil. 7 lutas : 3 vitórias, 3 derrotas, 1 No Contest.

Oriosvaldo Costa | オリオスバルドコスタ has 98 posts and counting. See all posts by Oriosvaldo Costa | オリオスバルドコスタ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *