Tremores continuam em Hokkaido

Autoridades japonesas de meteorologia informou que Hokkaido vem sendo abalada por terremotos desde o de magnitude 6,7 na escala de Richter, no dia 6 de setembro, que afetou a província no extremo norte do arquipélago.

Em Iburi. O nível mais alto na escala de intensidade sísmica japonesa shindo), que vai de 0 a 7, foi registrado na cidade de Atsuma.

Segundo a AMJ – Agência de Meteorologia do Japão, mais de 140 tremores foram sentidos nas zonas próximas ao epicentro, a partir das 4h deste domingo (9). Os tremores podem ser réplicas.

A AMJ pede para as pessoas das áreas afetadas ou que tenham cuidado, já que os terremotos com intensidade de até 7 podem ocorrer até por volta do próximo domingo.

Há previsão de chuva na região de Iburi da noite deste domingo até a manhã de segunda-feira (10).

De acordo com a AMJ, a chuva pode aumentar o risco de deslizamentos em áreas onde o terremoto bata o chão.

Mortos e desaparecidos

Equipes de resgate em Hokkaido continuam procurando sobreviventes após o terremoto e deslizamentos de massa, causados por ele. O número de mortos está a 37 e duas pessoas estão desaparecidas.

O esforço de resgate está centrado perto do epicentro, na cidade de Atsuma, no sul da província.

Em Atusma, 1.800 membros da polícia, corpo de bombeiros e das Forças de auto-Defesa estão à procura de sobreviventes.

Segundo o governo de Hokkaido, a mais de cinco mil pessoas estavam em abrigos em 12 municípios das 5h deste domingo.

Fonte: NHK