O Brasil venceu a Croácia após a entrada de Neymar no 2º tempo

Depois de duas semanas de treinamentos na Granja Comary, em Teresópolis, e no Centro de Treinamento do Tottenham, em Londres, na Inglaterra, a seleção brasileira de futebol foi feito hoje (3) contra a Croácia, que também vai jogar a Copa do Mundo na Rússia, em seu primeiro jogo-teste, com o objetivo na copa do Mundo.

O Brasil começou o jogo com um esquema mais defensivo, com Casemiro, Paulinho e Fernandinho. Com esta formação, o time comandado por Tite foi pressionada pela Croácia, que conseguiu algumas jogadas de perigo contra o gol brasileiro.

A grande quantidade de jogadores das duas seleções ocupando o centro do campo fez com que a partida foi marcada por muita marcação. A partir dos 10 minutos de jogo, o time da Croácia passou a explorar o lado esquerdo do Brasil, a fim de aproveitar as subidas do lateral Marcelo.

Tite, inclusive, chamou Marcelo para a beira do gramado, e orientou sobre a presença de Modric um dos principais jogadores da croácia, por esse lado do campo. Com um gol de Neymar e um de Fermín, a seleção brasileira venceu o jogo contra a Croácia – EFE/EPA/Peter Powell/todos os Direitos Reservados A partir dos 20 minutos do primeiro tempo, a seleção brasileira, para sair da pressão exercida pela Croácia, mudou um pouco a saída de bola, fazendo lançamentos longos, aproveitando a velocidade de Willian pelo lado esquerdo da defesa contrária. Por causa da marcação forte no Phillipe Coutinho pelo lado direito, o jogador investe da posição de William, e passou a ocupar o espaço pela esquerda. O objectivo era o de confundir a marcação fora de jogo.

Apesar de as mudanças de táticas, as duas seleções que insistiram em concentrar suas ações no meio de campo. Aos 30 minutos, o time brasileiro ainda sentia dificuldade de atacar, pois só havia conseguido concluir em gol croata em duas oportunidades. As jogadas longas, com bolas alçadas para as laterais eram as únicas utilizadas pelo Brasil e que ofereciam perigo à defesa da Croácia.

Em um deles, Paulinho apareceu de surpresa pelo lado direito da defesa do adversário, fez o passe para o meio da área, mas Gabriel Jesus estava bem marcado e foi apanhado. O primeiro tempo terminou, com as duas seleções, mantendo o mesmo esquema do início do jogo, concentrando a maioria dos jogadores no meio campo e com poucas jogadas de gol. A partida também foi caracterizado por uma forte marca das duas equipes, mesmo com alguns lances ríspidos. Segundo tempo No segundo tempo, Tite fez a mudança prometida: Neymar colocou no lugar de Fernandinho, ou seja, trocou um jogador de meio de campo por um invasor. Com isso, a seleção se tornou mais ofensiva e passou a dominar o jogo.

Assim Gabriel Jesus, que passou o primeiro tempo muito isolado, passou a ter a Neymar a seu lado. Com a alteração, no terceiro minuto, o time brasileiro já havia atacado duas vezes, assustando a defesa croata. Ao contrário do primeiro tempo, com a seleção muito defensiva, a presença de Neymar deixou o Brasil mais solto no ataque, fazendo, inclusive, com que o lateral-esquerdo Marcelo participasse mais das jogadas ofensivas. Aos 11 minutos, uma triangulação entre Neymar, Phillipe Coutinho e Gabriel de Jesus, Neymar chutou perigosamente contra o gol do croata. Aos 15 minutos, Tite fez outras mudanças na equipe, colocando Filipe Luis no lugar de Marcelo e Roberto Firmino de Gabriel Jesus. Aos 19 minutos, Marquinhos entrou no lugar de Miranda, passando a formar a dupla de zaga com Thiago Silva, seu companheiro no Paris Saint German.

Aos 48 minutos, depois de tentar duas vezes, Roberto Firmino faz o segundo gol brasileiro – Direitos reservados/Lucas Figueiredo – CBF , AOS 23 minutos, em uma jogada de triangulação pela esquerda, Neymar recebeu de Phillipe Coutinho, passou pelo seu marcador e chutou de dentro da área, marcando o primeiro gol do Brasil. Após o gol de Neymar, a seleção brasileira passou a ter o domínio completo da partida. Neymar, Coutinho e William dominavam os dois lados do campo, a abertura da marcação da Croácia.

O time croata retirou-se, explorando apenas jogadas de contra-ataque. Aos 36 minutos, Tite fez duas mudanças no Brasil: Taisson entrou no lugar de Phillipe Coutinho e Fred no de Willian. As mudanças, no entanto, não diminuiu o ritmo da seleção, que permaneceu no ataque. Até o final da partida, o time brasileiro manteve a posse de bola, impedindo que a Croácia oferecesse perigo à defesa. Aos 43 minutos, Roberto Firmino, em uma troca de passes com Danilo avançou pela direita e da entrada da área chutou contra o gol croata, mas a bola passou por cima. Na beira do gramado, Tite pedia que a equipe manteve a posse de bola. Aos 45 minutos, mais uma vez, Roberto Firmino, após uma sobra de bola, de frente para a área do adversário, voltou a chutar perigosamente ao gol.

Aos 48 minutos, depois de tentar duas vezes, Roberto Firmino faz o segundo gol brasileiro, após um lançamento de Paulinho. O jogo terminou sem que a Croácia tivesse tempo de fazer a saída de bola. Em uma entrevista rápida, ainda no campo, o lateral-direito Danilo disse que a seleção está em um bom caminho, destacando que a defesa manteve a segurança atrás e isso o deixava muito satisfeito. O Brasil volta a jogar contra a seleção da Áustria, em Viena, no dia 10 de junho. O time brasileiro estreia de anna Copa do Mundo da Rússia, contra a Suíça, no dia 17, em Rostov On Don.

In this article

Join the Conversation

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.