Rajadas de vento muito forte na ponte Akashi-Kaikyo

Akashi-Kaikyo, a ponte suspensa, com vistas esbranquiçada pelo efeito da passagem do tufão, com chuva e vento, e a torre eólica de colinas (Weather News e Shimotsuke).

A causa de diversos desastres ocorridos na região de Kansai foi o super forte tufão n º 20. Ele se aproximou da região na noite de quinta-feira (23) até antes do amanhecer de sexta-feira (24).

O Parque Memorial do Desastre do Terremoto no Awajishima (Hyogo) também registrou danos. Teve a torre eólica de 60 metros de altura inclinada. Foi encontrado caído por volta das 6h de sexta-feira. Quebrada na base da torre caiu em cima de 2 postes de telefonia. Os danos foram apenas materiais, ninguém ficou ferido.

 Rajadas de vento tombam caminhões na ponte suspensa e derrubam torre eólica
Rajadas de vento caem caminhões na ponte pingente e derrubam torre eólica

Foto aérea da torre elétrica derrubada pelo vento, em Awajishima (Sankei)

Ventos puxam os caminhões e os motoristas se ferem.

A Agência de Meteorologia do Japão-AMJ informou quinta-feira que a previsão de vento na região seria de 50m/s. Isso equivale a 180Km/h. De fato, o registro máximo em Wakayama foi de 52,5 m/s.

O famoso ponte Akashi liga Awajishima a Kobe. Tem 3,91 Km de extensão e 1,99 Km de vão central sobre o mar. Não ficou livre das rajadas de vento.

Cinco caminhões foram declarados em seguida sobre a ponte, pela força do vento. Por conta disso 3 condutores foram resgatados. Dois deles tiveram ferimentos considerados leves.

Fontes: TooNippo, Sankei e Shimotsuke
Fotos: Weather News e Sankei

Anúncios

Leandro | レアンドロ・フェレイラ

Webmaster, programador, desenvolvedor e editor de artigos.

Deixe uma resposta