kyodonews.net

Hiroshima marca o 73º aniversário do bombardeio atômico

Por: kyodonews

kyodonews.net

Hiroshima marcou o 73º aniversário do bombardeio atômico dos Estados Unidos na segunda-feira, com seu prefeito fazendo um novo apelo por um mundo sem armas nucleares por meio do diálogo, mas evitando explicitamente que o Japão adira a um tratado global de proibição de armas nucleares.

Apesar de algumas expectativas de progresso em relação ao desarmamento nuclear nos últimos anos, o prefeito Kazumi Matsui alertou sobre o ressurgimento de tensões sobre as armas nucleares vistas durante a Guerra Fria e buscou ações racionais de líderes globais.

“Se a família humana esquecer a história ou parar de confrontá-la, poderemos cometer novamente um erro terrível”, disse Matsui em uma cerimônia em memória do bombardeio atômico.

O Japão precisa liderar a comunidade internacional em direção ao “diálogo e cooperação para um mundo sem armas nucleares”, acrescentou o prefeito.

No Parque Memorial da Paz, um momento de silêncio foi observado às 8:15 da manhã, quando a bomba atômica com núcleo de urânio “Little Boy” derrubada por um bombardeiro americano explodiu sobre Hiroshima em 6 de agosto de 1945. Ele matou cerca de 140.000 pessoas até o final desse ano.

O 73º aniversário veio depois que a promessa de Pyongyang de uma completa desnuclearização da Península Coreana chamou a atenção após a histórica cúpula EUA-Coréia do Norte, em junho.

Matsui expressou a esperança de que a flexibilização das tensões na Península Coreana continue através do diálogo e pediu aos líderes mundiais que façam um tratado internacional que proíba de forma abrangente as armas nucleares como um “marco” para o objetivo de libertar o mundo dos arsenais nucleares.

Para ler integra da matéria clique aqui.

Leandro | レアンドロ・フェレイラ

Webmaster, programador, desenvolvedor e editor de artigos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *