Água com lama cobre ruas de Fuchu, na região de Hiroshima, depois de inundação do rio Enoki (Foto: Shingo Nishizume/Kyodo News via AP)

Número de mortes por fortes chuvas no Japão passa de 150

Último balanço divulgado pelo governo indica 156 mortos. 75 mil agentes trabalham para ajudar os afetados.
Número de mortes por fortes chuvas no Japão passa de 150
Rate this post
Água com lama cobre ruas de Fuchu, na região de Hiroshima, depois de inundação do rio Enoki (Foto: Shingo Nishizume/Kyodo News via AP)

Mais de 150 pessoas morreram nas inundações e deslizamentos de terra provocados pelas chuvas torrenciais que afetam a região oeste do Japão.

Segundo anunciou o governo nesta terça-feira (10), foram 156 mortos. O balanço anterior, anunciado pelo porta-voz do governo, Yoshihide Suga, registrava 141 mortes.

Esta é a maior tragédia provocada por um fenômeno meteorológico no Japão desde 1982.

O primeiro-ministro japonês Shinzo Abe, que cancelou uma viagem a vários países da Europa e Oriente Médio, viajará na quarta-feira à região mais afetada pelas chuvas, informou Yoshihide Suga.

Pessoas que deixaram suas casas pelas fortes chuvas na cidade de Mabi, no Japão, se abrigam em escola (Foto: Issei Kato/Reuters)

“Os 75.000 policiais, bombeiros, soldados das Forças de Autodefesa (nome do exército japonês) e da Guarda Costeira fazem o possível para ajudar os afetados, declarou Suga.

As equipes de emergência prosseguem com as buscas a sobreviventes, embora as probabilidades sejam reduzidas, entre os destroços provocados pelas chuvas no oeste do país.



O governo também informou sobre pelo menos 10 desaparecidos, mas a imprensa cita um número maior de pessoas não localizadas. De acordo com a agência Associated Press, mais de 50 pessoas estão desaparecidas na região de Hiroshima.

Fonte: g1.globo.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *