Rússia 2018 – Copa do mundo

Por: Leandro Ferreira

Rússia 2018
brasil.elpais.com

A primeira Impressão da Rússia.

A Rússia impressiona, em todos os sentidos. E o torcedor brasileiro que pretende acompanhar de perto vai se deslumbrar. Portanto as cidades são de tirar o fôlego, como Moscou e São Petersburgo.

Na Copa das Confederações, em julho, outras duas cidades-sede do país foram apresentadas ao mundo: Kazan e Sochi. Todas elas passaram no teste. Nessa época do ano, no verão russo, as noites são chamadas de ‘noites brancas’. Isso porque anoitece muito tarde, lá pelas 22:00h, e o sol aparece nas primeiras horas da madrugada.

Além das estruturas dos estádios, já prontos e que foram utilizados nas confederações, as quatro cidades oferecer ao turista boas opções de passeios.

Das praias a lugares históricos. Sendo assim o metrô de Moscou vai ser um capítulo à parte no Mundial. Sobretudo o metrô abrange toda a cidade e suas linhas são ordenadas por cores.

Moscou ao ar livre, com seus monumentos e prédios estatais imponentes, alguns beirando o rio, e outra subterrânea, com as lindas e históricas estações de metrô e shoppings. Há um desses na Praça “Vermelha”.

Entretanto a linguagem russa e muito complexa sendo assim um problema.

Sobretudo alguns falam inglês mais a grande maioria não fala nenhuma outra língua que não seja a nativa.

São Petersburgo

Estádio Krestovsky
Imagem Divulgação

Os quatro estádios usados na Copa das Confederações receberam selo de aprovados durante a competição.

Portanto com pouquíssimas questões a serem resolvidas. Em São Petersburgo, o Zenit Arena apresentou deficiência no gramado, problema solucionado entre o início da disputa e sua decisão, dia 2 de julho.

Entre Alemanha e Chile. O nome do estádio em russo é Krestovsky. Era para ele custar o equivalente a R$ 366,6 milhões e ser entregue em um ano. Entretanto demorou 10, para tudo ficar pronto e seu custo foi de R$ 2,3 bilhões.

São Petersburgo é a segunda maior cidade da Rússia, portanto também é uma das mais bonitas. A Arena vai receber 7 jogos, entre eles uma semifinal. Sua capacidade é de 68.134 pessoas.

Moscou

Spartk
© SPUTNIK

Em Moscou, o Spartk Arena é imponente. Portanto com a mais notável área externa. Tanto quanto no Brasil, talvez somente o Mané Garrincha, no DF tenha espaço parecido.

Além de uma estação de metrô dentro do complexo, próximo do estádio, o que permite a chegada do torcedor facilmente.

Devido as avenidas de acesso serem fechadas nos dias de jogos. Como resultado não estarão abertas durante a Copa.

Sua inauguração foi em setembro de 2014, meses depois da Copa no Brasil. Receberá cinco jogos. Acomoda 43.298 torcedores. Contudo devido ao seu formato a visão do campo consequentemente é privilegiada de qualquer área. Lanchonetes a disposição. Os banheiros são grandes, entretanto são lotados no intervalo.

Moscou tem ainda outro estádio. É a única cidade a ter duas arenas. Trata-se do Luzhniki, com capacidade para 81 mil torcedores. Como resultado é o maior palco da abertura e da final e terá outros cinco jogos.

Kazan

Kazan Arena
Kazan Arena, Kazan, Rússia

O Kazan Arena é a casa do Rubin Kazan. Comporta 44.779 pessoas. Receberá seis partidas do Mundial. Assim como as outras arenas testadas em junho, sobretudo há nela uma área gigantesca para receber torcedores do lado externo.

Além disso com um telão na entrada. Os organizadores vão mostrar a agenda do dia (Bandeiras dos rivais) e locais turísticos da cidade.

O Kazan Arena foi inaugurado em 2013. Entretanto para chegar ao estádio, o torcedor fará um pouco de caminhada. Mais mesmo assim vale muito apena, a paisagem e linda e super limpa.

Dentro o torcedor fica longe do gramado, mas a visão é boa. No meio do ano, nos meses de junho e julho, as temperaturas são tropicais, de sol e calor.

Foi em Kazan que Portugal perdeu para o Chile na semifinal “pênaltis“. Como resultado a vitória deu ao Chile o direito de disputar a final em São Petersburgo contra a Alemanha, com vitória dos alemães.

Sochi

Fisht Stadium
Fisht Stadium

O estádio Fisht Stadium se apresenta gigantesco em Sochi, cidade-sede das Olimpíadas de Inverno de 2014.

No inverno, é um forte frio, mas no meio do ano a cidade lembra o Rio de Janeiro, com seu calor. O calor é de 35 graus media. Os russos adoram o sol, devido ser coisa rara, na maior parte do ano o clima é sempre frio.

Sochi é uma cidade pequena entre o Mar Negro e as montanhas dos Cáucasos. Entretanto os russos de Sochi são mais alegres, não se sabe ao certo o porque. Imagino que deva ser consequência da brisa do mar.

O estádio fica no complexo esportivo dos Jogos de Inverno, portanto nas proximidades do autódromo de F-1. O lugar oferece várias atrações, e barraquinhas de alimentação por toda a área.

O Estádio também é amplo e com cadeiras avermelhadas. Portanto, o torcedor que for para Sochi durante a Copa terá comodidade, clima ‘tropical’ e opções de lazer.

As bandeiras de todos os países filiados à Fifa e ao COI estão presentes. À noite, tudo é iluminado.

Dobro Pozhalovat, Mir! “Bem – vindo, mundo!”.

Segurança na Rússia e conforto dos estádios.

O país do presidente Vladimir Putin passou no quesito segurança e conforto do torcedor.

Sendo assim não houve problemas, confusão ou reclamação nas partidas do torneio vencido pela Alemanha em São Petersburgo.

Portanto a segurança também foi perfeita nos estádios e em seus arredores. Sobretudo “as arenas foram entregues sem nenhuma pendência”.

Fonte: Estadão

In this article

Join the Conversation

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.