br.lolesports.com

O que se faz quando o objetivo inicial é atingido?

Para a ProGaming, a Escalada – que começa neste sábado (17) – é a consagração de uma equipe que, desde a Segunda Etapa 2017, persegue o sonho de continuar na disputa de um título nacional. Misturando novatos com veteranos, os Caveiras trabalharam duro para dependerem somente de seus resultados nas últimas duas rodadas da Fase de Pontos da Primeira Etapa 2018.

br.lolesports.com

Mas quem disse que seria fácil?



“VOCÊS ESTÃO DE SACANAGEM COMIGO, NÃO É POSSÍVEL!”, gritou Djoko.

O técnico esperou pacientemente a entrada de cada jogador na sala após o primeiro jogo contra a paiN Gaming, na sexta rodada do CBLoL, mas bateu a porta com força e virou vociferando com seus comandados. Alguns mal tinham sentado para ouvir Djoko quando ele começou a bronca, disparando a adrenalina de todos na sala.

“VOCÊS SABEM COMO SE JOGA, E NÃO É ASSIM, ISSO FOI RIDÍCULO”, continuou o treinador. “Minerva, pelo amor de Deus, o que é que você tá fazendo? Não se comunica, é indeciso nas calls, eu não entendi absolutamente nada. Olha bem pra isso, a culpa desse jogo foi sua, essa derrota está na SUA conta”.

br.lolesports.com

O Caçador até tenta procurar palavras pra se defender, que são imediatamente rebatidas pelo técnico. A ProGaming tinha o draft perfeito para a partida contra a paiN, e ainda assim perdeu o primeiro jogo daquela que era, provavelmente, a série mais importante da organização que mal possui um ano de vida.

Mais uma derrota muito provavelmente significaria mais uma eliminação para os Caveiras, e esse filme eles não queriam de jeito algum ver novamente. Na Segunda Etapa 2017, o quinto lugar significou que ficavam de fora da corrida do título.

br.lolesports.com

Djoko respira fundo e vira para falar com Dionrray. A bronca do técnico após a primeira partida contra a paiN Gaming parece ter colocado todos os jogadores no alerta máximo. O draft era considerado perfeito para as pretensões da equipe, que ao perder colocou todo o planejamento da Etapa em risco. Nem a entrada de BocaJR havia resolvido na primeira partida, e para a segunda, Lynkez, reserva de Goku, seria o titular. Mais uma mudança para tentar surpreender o adversário.

“Aquieta aí, deixa eu falar”, Professor levanta a voz antes de a conversa se perder. Ele começa a falar com Boca e Minerva, e logo domina a preparação da equipe. Chama a atenção de Lynkez, que conversava com Dionrray, e aponta para SkyBart. Como se tivesse uma lousa invisível, movimentava a mão e falava com paixão, como quem teve uma visão do que fazer e como virar a série. Passo a passo.

br.lolesports.com

Pedindo pressa para os jogadores, Djoko fecha a porta e, respirando fundo, sorri. Os jogadores sentem o alívio e parecem conseguir finalmente relaxar. Com a entrada de Lynkez e Professor, a ProGaming surpreende a paiN e consegue empatar a série.

O principal de conseguir dar este primeiro passo é tentar aproveitar a saída do “gelo” para dar o segundo, e então o terceiro, até a máquina rodar naturalmente. Na sala da PRG não existem conversas paralelas, somente foco e concentração.

Fechando-se em círculo ao final do tempo de intervalo, a ProGaming era uma só unidade. Palavras como “confiança” e “continuem” dominam os 15 segundos que antecedem a descida da equipe para o palco do CBLoL.

br.lolesports.com

O grito de felicidade de Professor era de quem sabia que o fantasma de 2017 estava de vez no passado. A entrega, os sacrifícios e os estudos haviam compensado, e mesmo que tivessem perdido um pouco de gás, a ProGaming havia conseguido a vaga para a Escalada – e afundado mais ainda a paiN, que tirou sua vaga das semis no ano anterior, na sua luta contra o rebaixamento.

A semana passou lentamente para a equipe. Reflexo daquele bom sentimento de já ter concretizado o objetivo inicial. No entanto, o confronto contra a Team One na última rodada da Etapa poderia coroar ainda mais o esforço da Fase de Pontos: caso vencessem e a Keyd perdesse, pulariam o primeiro degrau da Escalada, finalizando a Fase de Pontos em terceiro lugar.



Ainda havia algo a ser disputado, principalmente contra os Golden Boys que lutavam contra o rebaixamento automático. Mas a equipe parecia um pouco letárgica ainda, meio sonolenta, e mesmo que a descontração fosse natural, havia um quê de diferente em como encaravam a série.

br.lolesports.com

A derrota por 2-0 foi a primeira em que a equipe não conseguiu sequer vencer uma partida na Md3 nesta Etapa. Professor e Goku começaram, BocaJR e Lynkez entraram no segundo jogo, mas nada mudou. O revés pareceu mais uma derrota na primeira Solo Queue do dia. Chatiante, mas nada que te tire o sono ou a paciência.

“Não que esse jogo não fosse relevante, mas no final das contas sabíamos que estávamos na Escalada, independente de que lugar passamos”, comentou Professor. “Se vencermos CNB e Keyd as pessoas vão esquecer disso. O foco tem que ser nas Eliminatórias, e tivemos uma semana a mais de treinos de luxo para consertar algumas coisas e ainda jogar no final de semana antes de disputarmos a Escalada”.

br.lolesports.com

Se o jogo contra a Team One serviu de algo, mesmo com os jogadores sem foco total, foi para apontar mudanças em um momento do campeonato desconhecido para os jogadores da ProGaming. “Vimos que precisamos rever muitas coisas ainda, tanto de convivência quanto de método de trabalho”, disse Dionrray.

Quando a corda aperta, qualquer diferença na preparação pode ser o diferencial entre uma classificação e uma eliminação. Na casa da ProGaming, perto da Serra da Cantareira, na zona norte de São Paulo, as treze pessoas do time moram juntas na gaming house e compartilham rotinas que se adequam às necessidades da semana. Para esta: guerra.

Na sala de jogo, duas equipes ficam de costas. De um lado, os “titulares” dos Caveiras: Professor, LUSKKA, Goku, Minerva e SkyBart. Do outro, os “substitutos” BocaJR, Trigod, Lynkez e FNB.

br.lolesports.com

“Preferimos só falar ‘jogadores’. No fim, todos estão lutando por uma convocação na equipe do final de semana, e assim valorizamos todos”, comenta Vitor Bexiga, dono da organização. O curioso, no entanto, é que a ProGaming começou a utilizar os seus “reservas” no final de semana contra a paiN, na sexta rodada, e repetiu as alterações contra a Team One, na sétima. Por enquanto, Lynkez (Meio) e BocaJR (Suporte) são os únicos a terem disputado o CBLoL.

Para quem lembra da Primeira Etapa 2017, YoDa estreou na line-up titular da Red Canids na primeira partida da Fase Eliminatória, substituindo Tockers – o melhor jogador da Etapa até então. 3-0, vaga na final e, mais tarde, taça na mão. Portanto, uma alteração na rotina de treinos dos jogadores pode significar subir mais um passo na Escalada.

Na casa da ProGaming, assim como em outras equipes do CBLoL, os substitutos dividem treinos com os titulares. São sistemas de porcentagem: 60/40 pode significar que Professor atuará em seis amistosos do dia, e Boca nos outros quatro, e por aí vai. Equipes com reservas ativos criam um grande nó na cabeça dos adversários. Há um leque maior de estratégias e estilos de jogo que se pode cumprir quando mais do que apenas cinco estão concentrados na missão. E o melhor: se o time não estiver em boa fase, trocar algum jogador titular pode ser extremamente benéfico para a motivação de todos os envolvidos, ao invés de ficar martelando em “mais do mesmo” e aumentando a pressão sentida por seus jogadores. Um diferencial que coloca os Caveiras em um patamar estratégico interessantíssimo para o confronto contra a CNB – que possui Yampi/Turtle para a Selva.

br.lolesports.com

Numa gaming house, outro fator que deve ser sempre levado em conta é a convivência entre os membros da equipe. Momentos de maior pressão, como é o caso da Escalada, geram uma tensão no ar que pode ser aflorada caso os treinos não correspondam com as expectativas dos jogadores e da comissão técnica. Djoko não tem problemas em colocar os jogadores na berlinda, como foi o caso na partida contra a paiN Gaming.



“Por conhecer o Djoko há tanto tempo, sei que ele faz isso para chacoalhar o jogador e testar a sua mentalidade para dar a volta por cima”, comentou Minerva, o alvo do técnico naquela ocasião. Para alguns, a bronca direcionada é o fim da linha. Para outros, o sangue ferve para provar para o técnico sua posição de titular em um jogo onde todos querem estar, mas apenas cinco entrarão em campo.

br.lolesports.com

Há quem pense que o maior momento de pressão da ProGaming já passou. Para eles, chegar à Escalada é atingir o sonho daquela equipe que não teve experiência e cabeça o suficiente para se classificar para a Fase Eliminatória em 2017.

No entanto, o que se faz quando o objetivo inicial foi atingido?

Novas expectativas são criadas.

Ninguém quer viver de competir em Fases de Pontos. São sete rodadas para somente então chegar ao começo de uma Escalada, que para a ProGaming é um cenário desconhecido e impiedoso. As mecânicas e jogos mentais de uma Md5 variam ainda mais do que de uma Md3, e no final das contas é matar ou morrer.

Curiosamente, o quinto lugar que eliminou a equipe no ano passado é o mesmo onde se assentam agora com a leveza de um objetivo atingido. Uma posição desconfortável e cômoda ao mesmo tempo. Se contentarão em ter chego até o primeiro degrau, ou batalharão com unhas e dentes para chegar ao topo?

O primeiro desafio para os Caveiras é a CNB, neste sábado (17/03) às 13h. Um adversário que os derrotou na Fase de Pontos. Será o começo da redenção ou um final breve.

O próximo passo depende de vocês: faca nos dentes ou ossos ao chão?

Fonte – créditos: br.lolesports.com

Anúncios

Leandro Ferreira | Connection Japan ®

Webmaster, programador, desenvolvedor e editor de artigos.

Deixe um comentário:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.