Trailer de Basilisk: Ouka Ninpou Chou confirma data de estreia

O novo vídeo promocional que podem ver em cima de Basilisk: Ouka Ninpou Chou, a adaptação para série anime da novel Ōka Ninpōchō Basilisk Shinshō (Ōka Ninja Scrolls Basilisk New Chapter) de Masaki Yamada, confirmou que a estreia nas TVs vai acontecer a 8 de Janeiro de 2018. No total estão previstos 24 episódios.

A animação desta vez foi entregue ao estúdio Seven Arcs Pictures (Trinity Seven, Vivid Strike!), a direção é de Junji Nishimura (ViVid Strike!, Bakuon!!, GLASSLIP), o guião é de Shinsuke Onishi (New Getter Robo, Innocent Venus, 009-1) e o design de personagens é de Takao Maki (Laughing Under the Clouds).

A história desenrola-se 10 anos após a conclusão do manga original à volta de Hachirō e Hibiki, dos clãs Kouga e Iga.

O manga original de Basilisk adapta a novel The Kouga Ninja Scrolls de 1959 por Futaroh Yamada e inspirou uma série anime em 2005 pelos estúdios Gonzo.

Quanto à história:

No anos de 1614, no auge do Japão Feudal, para resolver a disputa pela sucessão do Xogunato, Ieyasu Tokugawa quebra um acordo de paz feito entre os clãs rivais de Tsubagakure Iga e de Manjidani Kouga, que era mantido há muitos anos, apesar de ainda haver ódio entre os clãs. A quebra do acordo inicia um grande derramamento de sangue entre os dois lados, que decidem resolver através da força todos os anos de ódio reprimido. A guerra ninja começa no momento em que estava para acontecer um casamento entre os futuros jovens líderes dos dois lados (Gennosuke de Kouga e Oboro de Iga) o qual firmaria a paz entre os clãs. Por esse motivo os dois enamorados são tragados por traições, armadilhas, dilemas, ódios seculares e amores reprimidos; a dualidade entre cumprir o dever para com o clã ou ignorar a guerra para viver o amor. A história é repleta de batalhas entre os dez ninjas de cada lado, cada um com uma técnica ninja sobre-humana.

Fonte:otakupt

In this article

Join the Conversation

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.