Blizzard promete medidas drásticas contra jogadores tóxicos em Overwatch

Os jogadores “tóxicos” – aquelas pessoas que abandonam partidas, enviam mensagens ofensivas, atrapalham o time ou tomam qualquer tipo de ação com propósito de prejudicar outros jogadores – de Overwatch estão com os dias contados. Pelo menos é o que garante a Blizzard, estúdio responsável.

Através de uma mensagem publicada ontem (13) no canal oficial do game, Jeff Kaplan, vice-presidente do estúdio, comentou que medidas sérias estão sendo tomadas para que a comunidade do game se torne algo mais ‘saudável’. A mensagem foi clara: pessoas ruins – no sentido de más pessoas, nada relacionado as habilidades in-game – serão removidas.

E a primeira medida já foi implementada. Antes, só disponível no PC, agora é possível fazer denúncias através dos consoles. E ao contrário do que muitos acreditam, a Blizzard leva muito à sério a ferramenta. O executivo explicou que mais de 480 mil ações disciplinares já foram tomadas, sendo que 2/3 destas foram resultados de denúncias de outros jogadores.

Há uma forma de espalhar positividade que eu não acho que esteja prevalecendo neste momento. Claro que podemos tentar construir sistemas de jogo que encorajem mais isso, e o faremos, mas precisamos que a comunidade assuma a parte de responsabilidade que eles tem em criar um bom ambiente – disse Jeff

Kaplan ainda explicou que o desejo dele e do todo time de desenvolvimento era de investir tempo e recursos na criação de novos conteúdos para o game, entretanto os desenvolvedores estão gastando mais energias na criação de ferramentas de punição. Um cenário muito desagradável e longe do ideal.

Ou seja: as melhorias de jogo, replay e novos conteúdos são retardados devido ao deslocamento de tempo e mão de obra para implementar punições.
Problemas em comunidades online

Overwatch não é o único jogo a sofrer com jogadores tóxicos. Call of Duty e Rainbow Six: Siege sofrem dos mesmos males. No geral, títulos que ofereçam modos que envolvam times acabam passando por isso.

Assim como Jeff diz no vídeo: mesmo que a desenvolvedora tenha sua responsabilidade, os jogadores precisam dar um passo atrás e lembrarem que, por mais competitivo que o jogo seja, a diversão deve vir em primeiro lugar.

 

Fonte:https://www.meups4.com.br

In this article

Join the Conversation

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.