Igreja católica beatifica samurai Takayama Ukon

Fonte: Japan Today

Créditos: enkamania.blogspot.com

Um samurai cristão que morreu no exílio há cerca de 400 anos após se recusar a renunciar sua fé foi beatificado pela igreja Católica na terça-feira (7).

Cerca de 12.000 pessoas participaram da cerimônia para Takayama Ukon em Osaka, que foi conduzida pelo Cardeal Angelo Amato, representando o Papa Francisco, em um passo para a possível santidade.

O cristianismo chegou ao Japão em 1549, introduzido pelo missionário Francisco Xavier e, por décadas, a fé fez dramáticas incursões antes de ficar sob perseguição oficial no final do século 16 a 17.

Takayama, nascido em 1552, foi um renomado senhor feudal que protegeu os cristãos em uma época quando as autoridades tentavam eliminar todos os vestígios da religião.

Ele morreu em Manila (Filipinas), em 1615, no exílio após se recusar a renunciar sua fé como exigido por um shogun, ou soberano militar do Japão, que via o Cristianismo como uma ameaça à segurança do Japão e independência, enquanto o colonialismo ocidental fazia incursões na Ásia.

O governo japonês calculou, em 2015, que havia ao menos 962.731 cristãos – católicos e protestantes- no país, contando por menos de 1% da população.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.